Arquivo da categoria: Cinema

Além do óbvio: 4 canais de Cinema para acompanhar no YouTube

denirocinema

O YouTube é um grande oceano. Por isso, às vezes é comum que nosso foco permaneça apenas naquelas ilhas maiores, de terrenos mais conhecidos e onde já circula muita gente. Mas explorar é preciso. Quem sabe não podemos encontrar por aí algumas ilhotas com terreno tão (ou até mais) fértil que as mais conhecidas?

Deixando as metáforas de lado, é sempre legal encontrar por aí canais que tenham conteúdo interessante mas que, por algum motivo, não recebem tanta atenção do público. Acabei encontrando alguns desses canais nos meus anos de uso da plataforma e os listei abaixo, sem nenhuma ordem específica. Espero que gostem.

Continuar lendo

Anúncios

Mulher-Maravilha | Quando a mensagem é maior que o filme

wonderwomanposter

Nos últimos anos temos visto um grande número de histórias em quadrinhos ganhando versões cinematográficas. Os filmes costumam variar em suas temáticas – alguém se veste de morcego, outro que é um alienígena, um que usa armaduras tecnológicas, enfim -, mas existe um elemento que se mantém comum na maioria esmagadora deles: são filmes sobre homens, feitos por homens. Nesse sentido, Mulher-Maravilha foge do normativismo da indústria, apresentando uma protagonista forte e contando com a diretora Patty Jenkins por trás das câmeras. Mais que um filme, Mulher-Maravilha é um passo importante em busca por mais representatividade nas telas de Cinema.

Continuar lendo

Guardiões da Galáxia Vol. 2 | Um divertido mais do mesmo

guardioesgalaxia2poster

Para o espectador, uma das melhores coisas de uma continuação cinematográfica é ter a oportunidade de acompanhar o desenvolvimento dos personagens apresentados no filme anterior. Quando estreou nos cinemas, lá em 2014, o primeiro Guardiões da Galáxia conseguiu deixar sua marca principalmente devido à caracterização e ao relacionamento entre os membros da equipe que dá título ao filme. Guardiões da Galáxia Vol. 2, escrito e dirigido por James Gunn, consegue aproveitar bem o fundamento criado pelo filme original, embora também insista em alguns dos mesmos erros deste.

Continuar lendo

Logan | Ainda há tempo

loganposter

É bastante claro perceber como, atualmente, a grande maioria dos filmes de super-herói  dedica mais tempo a servir de trampolim para futuras produções do que em ser, de fato, um bom filme. O que é uma pena, na verdade, pois os quadrinhos são uma mídia recheada de bons personagens apenas esperando uma oportunidade de pular para a tela grande. Wolverine (Hugh Jackman) é um dos que estão nesse caminho há mais tempo, tendo sua versão em carne-e-osso inaugurada no Cinema com X-Men: O Filme. Agora, mais de uma década e meia depois, é chegada a hora de Jackman dar adeus ao personagem. E a despedida, apesar de alguns problemas, é o melhor tratamento cinematográfico que o mutante já teve.

Continuar lendo

Redemoinho | O universo de um microcosmo

redemoinhofilme

É comum, quando se viaja Brasil adentro, passar rapidamente por pequenas comunidades. Cada uma delas tem suas próprias histórias, suas próprias tristezas, mas, para quem segue passagem, esses lugares não passam de simples borrões. Ficam para trás, esquecidos tão rapidamente que o cérebro nem se incomoda de registrar na memória. Redemoinho se passa numa comunidade como essa.

Continuar lendo

Rogue One: Uma História Star Wars | A Força está na ambientação

rogue-one-cartaz

Os filmes da franquia Star Wars se passam em diferentes sistemas solares, planetas, luas, cidades e épocas, explorando o rico universo criado por George Lucas. O que os melhores deles têm em comum é o ritmo da narrativa, sempre empolgante, equilibrando bem a ação e o desenvolvimento de personagens. Rogue One: Uma História Star Wars acerta ao renovar nosso interesse pela galáxia de Lucas, mas falha por não apresentar personagens tão interessantes quanto os cenários que os rodeiam.

Continuar lendo

Os 15 anos de “O Senhor dos Anéis” no Cinema | O que fez a trilogia ser tão boa?

lotr1

Esse final de ano marca o décimo quinto aniversário da estreia de O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel. A enorme história, escrita por J.R.R. Tolkien em três volumes, era considerada por muitos como “infilmável” devido ao grande escopo do enredo e aos detalhes minuciosos que permeiam os livros. Mas o diretor neozelandês Peter Jackson não se deixou intimidar e entregou uma das melhores trilogias que o Cinema já viu.

Continuar lendo