Os 5 melhores covers de Richard Cheese, o rei das paródias musicais (+ bônus)

richardcheese

No mundo da música, é bem comum vermos um cantor pegando a música de outro artista e para dar novas interpretações. O resultado pode ser muito bom, como na versão que Johnny Cash gravou de Hurt (música criada pelo Nine Inch Nails) ou bem ruim, como quando Sandy resolveu cantar Bad, de Michael Jackson.

mjassustado

Foi demais para o rei do pop

Fora desse quadro temos Richard Cheese, comediante que ganha a vida em Las Vegas reinterpretando músicas famosas em estilo lounge e da maneira mais hilária possível. A tiragem de onda já começa pelo nome da sua banda (Lounge Against the Machine), clara referência àquela outra banda lá.

Richard Cheese e sua banda já gravaram 13 álbuns de estúdio, dentro dos quais se escondem pequenas pérolas musicais. Pessoa boa que sou, fiz uma lista das 5 músicas dele que mais gosto (e mais uma de bônus). Are you ready?

  1. Down with the Sickness

A música original, criada pela banda de heavy metal Disturbed, possui um tom violento bem característico do estilo – algo que Richard Cheese consegue desconstruir de maneira surpreendente em sua versão. Gostei tanto dela, aliás, que nem sei mais qual das duas versões eu gosto mais.

Uma curiosidade: além de ser a primeira da lista, essa música também foi a primeira que escutei do comediante. Ela toca no filme Madrugada dos Mortos, dirigido por Zack Snyder (que já disse ser fã do cara).

  1. Chop Suey

Em sua versão original, os versos da música criada pelo System of a Down são praticamente impossíveis de serem compreendidos de primeira. Assim como faz em Down with the Sickness, Cheese canta os trechos mais violentos (e até xingamentos) de maneira tão suave que fica difícil não rir após ter escutado tantas vezes a original.

  1. Beat it

Ah, Michael Jackson. Claro que o rei das comédias musicais não iria deixar passar a chance de tirar uma onda com o rei do pop. E vale lembrar que quando a versão de Cheese foi lançada, Jackson ainda era vivo.

Sobre essa versão nem quero nem falar muito, pois ela tem uma ótima sacada (meio mergulhada no humor negro) que perde a graça se contada antes.

  1. Hey Ya

Pense aí em quantas músicas sem conteúdo nenhum circulam todos os dias. Daquelas em que a falta de conteúdo é disfarçada pelo ritmo divertido, sabe? Hey Ya, do grupo OutKast, foi uma dessas músicas lá no começo dos anos 2000. Tinha o videoclipe também. What’s cooler than being cool? Ice cold!

Mas uma coisa é ouvir uma letra simplória num ritmo dançante e rápido. Outra é ouvir Richard Cheese cantando a mesma letra, mas em estilo lounge e fazendo o possível para fingir que está levando aquilo tudo a sério. Imperdível.

  1. Welcome to the Jungle

Richard Cheese já começa esculachando: troca o icônico grito de Axl Rose por um de Tarzan (que ainda por cima parece estar de ressaca). Em seguida, entra aquele esquema de trocar o ritmo enérgico da original e trocar pelo seu lounge debochado. A música, que trata dos perigos da vida na cidade grande, sai de contexto de uma maneira que a única solução mesmo é achar graça.

BÔNUS: Marcha Imperial

Essa daqui só não entrou na lista porque a participação de Richard Cheese é quase nula – quem faz o show mesmo nessa são os instrumentistas da Lounge Against the Machine. Ainda assim, aposto como você nunca viu o clássico tema de Darth Vader interpretado nesse estilo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s