Conheça Krampus, o demônio do Natal

krampus0

Natal é aquela época que costuma ser cheia de alegria: enfeites coloridos e luminosos espalhados por todo lugar, pessoas trocando presentes e muita neve falsa (no caso do Brasil). É tempo de alegria, de se reunir com amigos e familiares. Mas assim como o Natal tem o Papai Noel como símbolo de celebração, a data também traz a figura do Krampus, um demônio natalino que funciona como um Papai Noel ao contrário: enquanto o bom velhinho dá presente para as crianças que tiveram bom comportamento durante o ano, o Krampus pune as más e pode até levá-las embora. E você aí achando que ficar sem presente no Natal já era ruim o suficiente.

Nunca ouviu falar em Krampus? Sem problema. A criatura não é muito popular deste lado do planeta, sendo mais conhecida em países alpinos como Alemanha e Áustria. Tenho inclusive uma amiga que passou a infância na Alemanha e me confirmou que lá, de fato, muitos pais falam para os filhos coisas como “se comporta aí hein, senão no Natal o Krampus vem te pegar” (mas em alemão, então pode acrescentar vários grunhidos a essa frase). Agora imagine você, criança, ouvindo isso do seu pai e imediatamente lembrando de cenas como essa a seguir.

krampus1

O Krampus é representado como uma criatura bestial que anda sobre duas patas, possui pelos negros espessos e um par de chifres na cabeça. E diferente da relação Deus/Diabo na qual as divindades estão sempre em guerra pelo destino do mundo, o Papai Noel fica de boa na lagoa vendo Krampus punindo as crianças supostamente malvadas. São praticamente parceiros!

krampus2

Olha o São Nicolau ali no canto só observando

Assim como o Papai Noel, Krampus é uma figura folclórica anterior ao cristianismo – mas isso não impediu que ele fosse incorporado à fé cristã com o passar dos anos (como muitas outras características culturais e religiosas, aliás). No início do século XX era até meio comum distribuir cartões de saudação de Natal estrelando a criatura. Só posso imaginar que eles tinham propósitos irônicos.

krampus3

Haja mal gosto pra cartão de Natal

Hoje, além de servir para colocar medo em crianças pequenas, também existem desfiles onde as pessoas saem pelas ruas vestindo suas melhores fantasias do demônio do Natal. Acompanhar um negócio desses deve ser como presenciar uma mistura de Carnaval, Halloween e pesadelos eternos. Se você é uma criança que acabou de descobrir que Papai Noel não existe, pelo menos fique feliz por saber que a contraparte demoníaca do bom velhinho também não é real.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s