Garota Exemplar | Suspense é o pilar de uma narrativa densa

garota-exemplar-poster-nacionalBR

Colocando de maneira simples, Garota Exemplar é um filme de suspense. Mas basta se deixar entrar na história para perceber que ele é muito mais que isso. Além de ser um suspense (e dos bons), Garota Exemplar também é um filme sobre relacionamentos humanos, sobre o poder de persuasão da mídia e sobre aparências. Todos esses elementos são muito bem amarrados graças à colaboração entre o diretor David Fincher e a roteirista estreante Gillian Flynn – que, vale lembrar, é a autora do livro no qual este filme se baseia.

Garota Exemplar conta a história do casal Nick e Amy Dunne (Ben Affleck e Rosamund Pike, respectivamente). No dia em que eles completam cinco anos de casados, Amy desaparece e não demora muito até Nick ser considerado o principal suspeito. O que à primeira vista parecia um perfeito casal aos poucos vai se revelando uma relação bastante espinhosa, com intenções ocultas surgindo de ambos os lados. E a chegada de fatores externos (polícia, mídia, vizinhos) colabora para tornar a situação já incomum em algo ainda mais estranho.

garota-exemplar-casamento

O filme pode ser considerado o Alien que David Fincher nunca havia feito. Fincher estreou como diretor no filme Alien 3, uma experiência traumática devido à falta de controle criativo que ele teve  sobre o material, o que se refletiu na pouca qualidade do longa. O resultado foi um filme muito aquém dos dois anteriores – principalmente do primeiro, dirigido por Ridley Scott, que Fincher considera uma grande inspiração. Fincher já provou ser um bom diretor em todas as suas produções subsequentes, e em Garota Exemplar ele encontra meios de homenagear uma de suas maiores influências.

As semelhanças são aparentes: em ambos, há um grupo de pessoas que não compreende o que o ser maléfico é capaz de fazer; em Garota Exemplar há uma cena onde ouvimos batidas de coração num momento de suspense, tal qual acontece no primeiro Alien; nos dois filmes, há um gato com pelo alaranjado que observa o que acontece.

garota-exemplar-affleck

Mas é claro que o filme não depende de Alien para ser bom. O material do livro de Flynn é rico o suficiente para a criação de um longa metragem extenso, mas muito bem cadenciado. Elementos novos de roteiro são introduzidos de modo a deixar a história sempre fresca e incerta, mas nunca confusa – pelo menos não para os espectadores. Nada parece ser permanente, com situações sendo desconstruídas depois de aparentemente terem sido estabelecidas como verdadeiras.

Depois da história, a outra grande revelação do filme é Rosamund Pike. A atriz teve seu primeiro trabalho na tela grande em 007 – Um Novo Dia Para Morrer, mas nunca havia realmente se destacado por suas atuações. Quer dizer, pelo menos até agora. Em Garota Exemplar, Pike desaparece dentro de Amy, tamanha é a dedicação exibida na tela. Aliás, o uso de uma certa rima visual só faz sentido devido à elevada competência de Pike no papel. Sua interpretação ofusca com facilidade a de Affleck, que tem mais tempo de tela e interpreta de maneira competente um personagem bastante incompetente. Assim como fez com Rooney Mara em Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres, Fincher conseguiu extrair da atriz uma atuação que marca o filme por completo.

rosamundgonegirl_640px

O suspense é parte intrínseca da produção, mas ao deixá-lo de lado, Garota Exemplar ainda se sustenta como uma alegoria sobre relacionamentos amorosos. O filme deixa bem claro que só quem sabe o que acontece num relacionamento são as próprias pessoas que fazem parte dele, e a entrada de pessoas de fora pode tornar a coisa desnecessariamente complicada e gerar interpretações errôneas. No filme, essa questão é retratada principalmente pela mídia, que transforma o sumiço de Amy num circo e expõe a vida do casal para os Estados Unidos inteiro.

Em Garota Exemplar, Fincher volta mais uma vez ao terreno do suspense, um gênero que o diretor tem vasta experiência (tendo dirigido filmes como ZodíacoSeven e o já citado Millennium). O filme também é a terceira colaboração consecutiva do diretor com os compositores Trent Reznor e Atticus Ross, vencedores do Oscar pelas composições de A Rede Social. No entanto, esse clima de familiaridade não impede Garota Exemplar de ser um ótimo suspense. Assim como a “garota” do título, o filme é  um belo exemplar de como fazer um longa do gênero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s